Focco-PB estará nesta quarta-feira na Câmara Municipal de Guarabira

Guarabira, no brejo paraibano, será a próxima cidade a receber o projeto “Focco em Movimento”.

Com o slogan “Corrupção: corte este mal pela raiz! Nos ajude a plantar a semente da ética e da transparência”, o Fórum Paraibano de Combate à Corrupção (Focco-PB) convida entidades públicas e privadas, organizações não governamentais (ONGs), a sociedade civil organizada e a imprensa para participar do projeto “Focco em Movimento”. O evento acontecerá na próxima quarta-feira (2), a partir das 08h, no Plenário da Câmara Municipal de Guarabira (Casa Osório de Aquino).

O projeto do Focco visita municípios paraibanos realizando audiências públicas e convidando a população a fazer parte deste movimento. Integrantes do fórum dão orientações a jovens, adultos e idosos de como fiscalizar os gastos públicos, como denunciar fraudes e agir em caso de irregularidades na administração pública. Em cada cidade visitada, existe um posto para coleta de denúncias.

Guarabira, no brejo paraibano, será a próxima cidade a receber o projeto “Focco em Movimento”.

Durante a audiência pública, serão discutidos problemas relacionados à corrupção, como desvios de recursos da saúde e da educação. Haverá discussões com representantes de entidades e órgãos públicos presentes.

“O projeto visa à conscientização, politização e estímulo ao exercício da cidadania por meio da aproximação da população paraibana aos ideários de combate à corrupção”, ressaltou o procurador Cláudio Gadelha, que também é coordenador Nacional da Conap/MPT (Coordenadoria Nacional de Combate às Irregularidades Trabalhistas na Administração Pública).

Para o coordenador, a iniciativa possibilitará a interação e a união de forças entre a sociedade, o MPT e todos os órgãos parceiros no combate aos desvios de recursos públicos e a outras práticas ilegais na administração pública.

Órgãos já envolvidos: Vários órgãos já estão engajados neste projeto, entre eles, o Ministério Público do Trabalho (MPT), Ministério Público Federal (MPF), Tribunal de Contas do Estado (TCE), Tribunal de Contas da União (TCU), Receita Federal, Controladoria Geral da União (CGU), CGE, AGU, Ministério Público Estadual, Polícia Federal, SEBRAE, INSS, Funasa, Ministério do Trabalho e o Conselho Regional de Psicologia (CRP) 13ª Região.

Assessoria